O Exorcista – 1973 – Versão do Diretor – Dublagem Clássica – Penta Áudio – Bluray 1080p


Em Georgetown, Washington, uma atriz vai gradativamente tomando consciência que a sua filha de doze anos está tendo um comportamento completamente assustador. Deste modo, ela pede ajuda a um padre, que é também um psiquiatra, e este chega a conclusão de que a garota está possuída pelo demônio. Ele solicita então a ajuda de um segundo sacerdote, especialista em exorcismo, para tentar livrar a menina desta terrível possessão.

Dados Filme
Titulo no Brasil: O Exorcista
Titulo Original: The Exorcist
Ano de Lançamento: 1973
Distribuidora: Warner Bros.
Produtora: Warner Bros., Hoya Productions
Gênero: Terror
Duração: 132 Min

Dados Dublagens
Mídia (1ª Herbert Richers): (Televisão (SBT) / TV Paga (HBO/ Cinemax) / Blu-ray)
Mídia (2ª Herbert Richers): (Televisão (Globo))
Mídia (3ª Wan Macher): (Avião)
Mídia (4ª Wan Macher): (Blu-ray/ TV Paga/ Televisão)
+ Informações
No Filmow: https://filmow.com/o-exorcista-t5632/
No IMDB: https://www.imdb.com/title/tt0070047/

Bluray 1080p – REMUX
Tamanho:30.7 GB
Audio 1: Português – 1ª Dublagem Clássica – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 2: Português – 2ª Dublagem Clássica – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 3: Português – 3ª Wan Macher – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 4: Português – 4ª Wan Macher – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 5: Inglês – DTS MA – 5.1 – 3 840 kb/s / 1 509 kb/s / 1 509 kb/s
Audio 6: French – AC3 – 5.1 – 448 kbps
Audio 7: French – AC3 – 5.1 – 448 kbps
Audio 8: German – AC3 – 5.1 – 448 kbps
Audio 9: Italian – AC3 – 5.1 – 448 kbps
Audio 10: Spanish – AC3 – 5.1 – 448 kbps
Audio 11: Spanish – AC3 – 2.0 – 192 kbps
Audio 12: Portuguese (4ª Wan Macher) – AC3 – 2.0 – 192 kbps
Audio 12: Hungarian – AC3 – 2.0 – 192 kbps
Audio 13: Polish – AC3 – 2.0 – 192 kbps
Audio 14: Russian – AC3 – 5.1 – 448 kbps
Audio 15: Japanese – AC3 – 5.1 – 448 kbps
Audio 16: English – AC3 – 2.0 – 192 kbps
Legenda 1: Português – SRT
Legenda 2: Inglês – SRT
Legenda 3: Inglês – PGS
Legenda 4: Japanese – PGS
Legenda 5: French – PGS
Legenda 6: German – PGS
Legenda 7: Italian – PGS
Legenda 8: Spanish – PGS
Legenda 9: Dutch – PGS
Legenda 10: Chinese – PGS
Legenda 11: Korean – PGS
Legenda 12: Portuguese – PGS
Legenda 13: Croatian – PGS
Legenda 14: Czech – PGS
Legenda 15: Danish – PGS
Legenda 16: Estonian – PGS
Legenda 17: Finnish – PGS
Legenda 18: Greek – PGS
Legenda 19: Hebrew – PGS
Legenda 20: Hungarian – PGS
Legenda 21: Icelandic – PGS
Legenda 22: Norwegian – PGS
Legenda 23: Polish – PGS
Legenda 24: Romanian – PGS
Legenda 25: Russian – PGS
Legenda 26: Slovenian – PGS
Legenda 27: Swedish – PGS
Legenda 28: Thai – PGS
Legenda 29: Turkish – PGS
Formato: MKV
Qualidade: 1920×1080 – H.264 / AVC / 16:9 / High@L4.1 / 22.000 Kbps / 23.976 FPS

Bluray 1080p – MÉDIO
Tamanho: 14 GB
Audio 1: Português – 1ª Dublagem Clássica – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 2: Português – 2ª Dublagem Clássica – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 3: Português – 3ª Wan Macher – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 4: Português – 4ª Wan Macher – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 5: Inglês – DTS MA – 5.1 – 3 840 kb/s / 1 509 kb/s / 1 509 kb/s
Legenda 1: Português – SRT
Legenda 2: Inglês – SRT
Legenda 3: Inglês – PGS
Legenda 4: Português – PGS
Formato: MKV
Qualidade: 1920×1080 – H.264 / AVC / 16:9 / High@L4.1 / 10.000 Kbps / 23.976 FPS

Bluray 1080p – MENOR
Tamanho: 6.81 GB
Audio 1: Português – 1ª Dublagem Clássica – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 2: Português – 2ª Dublagem Clássica – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 3: Português – 3ª Wan Macher – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 4: Português – 4ª Wan Macher – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 2: Inglês – AC3 – 5.1 – 384 kbps
Legenda 1: Português – SRT
Legenda 2: Inglês – SRT
Legenda 3: Inglês – PGS
Legenda 4: Português – PGS
Formato: MKV
Qualidade: 1920×1080 – H.264 / AVC / 16:9 / High@L4.1 / 5.500 Kbps / 23.976 FPS

Bluray 1080p – MINI
Tamanho: 3.78 GB
Audio 1: Português – 1ª Dublagem Clássica – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 2: Português – 2ª Dublagem Clássica – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 3: Português – 3ª Wan Macher – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 4: Português – 4ª Wan Macher – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 2: Inglês – AC3 – 5.1 – 384 kbps
Legenda 1: Português – SRT
Legenda 2: Inglês – SRT
Legenda 3: Inglês – PGS
Legenda 4: Português – PGS
Formato: MKV
Qualidade: 1920×1080 – H.264 / AVC / 16:9 / High@L4.1 / 2.200 Kbps / 23.976 FPS

Bluray 720p

Tamanho: 2.79 GB
Audio 1: Português – 1ª Dublagem Clássica – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 2: Português – 2ª Dublagem Clássica – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 3: Português – 3ª Wan Macher – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 4: Português – 4ª Wan Macher – Herbert Richers – AAC – 5.1 – 384 kbps – 48 kHz
Audio 2: Inglês – AC3 – 5.1 – 384 kbps
Legenda 1: Português – SRT
Legenda 2: Inglês – SRT
Legenda 3: Inglês – PGS
Legenda 4: Português – PGS
Formato: MKV
Qualidade: 1280×720 – H.264 / AVC / 16:9 / High@L4.1 / 1.100 Kbps / 23.976 FPS

DOCUMENTÁRIO – RAISING HELL FILMING THE EXORCIST

Tamanho: 1,33 GB
Duração: 30 Minutos
Audio : Inglês – AC3 – 2.0 – 192 kbps
Legenda : Português – PGS
Formato: MKV
Qualidade: 1920×1080 – H.264 / AVC / 16:9 / High@L4.1 / 6.226 Kbps / 23.976 FPS

DOCUMENTÁRIO – THE EXORCIST – LOCATIONS GEORGETOWN THEN AND NOW

Tamanho: 394 MB
Duração: 8 Minutos
Audio : Inglês – AC3 – 2.0 – 192 kbps
Legenda : Português – PGS
Formato: MKV
Qualidade: 1920×1080 – H.264 / AVC / 16:9 / High@L4.1 / 6.226 Kbps / 23.976 FPS

DOCUMENTÁRIO – FACES OF EVIL – THE DIFFERENT VERSIONS OF THE EXORCIST

Tamanho: 460MB
Duração: 9 Minutos
Audio : Inglês – AC3 – 2.0 – 192 kbps
Legenda : Português – PGS
Formato: MKV
Qualidade: 1920×1080 – H.264 / AVC / 16:9 / High@L4.1 / 6.226 Kbps / 23.976 FPS

Encoder e Uploader
-=| CaNNIbal |=-

Crédito, Remasterizador, Extras e Conteudos da Postagem
-=| Edfilmes |=-

DUBLAGENS
Áudio do DVD original de AcervoPessoal.

RMZ e RELEASE
Bluray full + encodes menores.

ASSISTIR ONLINE

Opção 1
Opção 1

Bluray 1080p – REMUX

Opção 1: MemoCloud
Opção 2: MEGA
Opção 3: DattoDrive
Opção 4: Kbagi
Opção 5: OneDrive
Opção 6: GDrive

Bluray 1080p – MÉDIO

Opção 1: MemoCloud
Opção 2: MEGA
Opção 3: DattoDrive
Opção 4: Ulozto
Opção 5: Kbagi
Opção 6: OneDrive
Opção 7: GDrive
Opção 8: Edisk

Bluray 1080p – MENOR

Opção 1: MemoCloud
Opção 2: MEGA
Opção 3: DattoDrive
Opção 4: Ulozto
Opção 5: Kbagi
Opção 6: OneDrive
Opção 7: GDrive
Opção 8: Edisk

Bluray 1080p – MINI

Opção 1: MemoCloud
Opção 2: MEGA
Opção 3: DattoDrive
Opção 4: Ulozto
Opção 5: Kbagi
Opção 6: OneDrive
Opção 7: GDrive
Opção 8: Edisk

Bluray 720p

Opção 1: MemoCloud
Opção 2: MEGA
Opção 3: DattoDrive
Opção 4: Ulozto
Opção 5: Kbagi
Opção 6: OneDrive
Opção 7: GDrive
Opção 8: Edisk

EXTRAS

Opção 1: MemoCloud
Opção 2: MEGA
Opção 3: DattoDrive
Opção 4: Ulozto
Opção 5: Kbagi
Opção 6: OneDrive
Opção 7: GDrive
Opção 8: Edisk

Informações sobre o projeto

Para a realização desse projeto eu baixei o BDFULL da versão extendida que tem 42.5 GB, nele tem o filme “claro” e os 3 documentários aqui presente, ainda tem o trailler anunciando o lançamento dessa versão extendida que não achei necessário postar aqui. Então os encodes foram derivados desse BDFULL e mediante isso não achei necessário o lançamento de uma versão original, pois todas a cenas contidas nessa versão existe na versão entendida, dessa forma foi muito melhor eu inserir a dublagem da versão extendida nessa partes faltantes, do que ter que fazer mais uma versão de encode (sem falar do tempo que eu perderia com isso ainda).


(Pasta do BDFULL original)

Bem pessoal, finalmente consegui finalizar esse projeto e consequentemente venho aqui compartilhar com todos vocês. O mesmo tem as 4 dublagens editadas em 5.1 (levando em conta que a primeira e a última dublagem tiveram lançamento oficial em Blu Ray), já a as outras duas dublagens são exclusivas nas mídias em que foram lançadas (Globo e Avião respectivamente).

Como vocês devem saber existe apenas uma dublagem para versão extendida, então nas 3 dublagens restantes eu cobri essas falas adicionais com esse mesmo áudio , pois não tinha sentido eu ter uma única dublagem para essa versão e eu terminar colocando o áudio original nessas partes. Quero informar também que devido as versões de dublagens, eu não coloquei a legenda forçada para aquele trecho inicial que se passa no deserto, pois na primeira dublagem essa parte é dublada, mas nas outras dublagens isso difere, desta forma basta quem for assistir o filme selecionar a legenda ou não, dependendo da dublagem que for escolhida.

“Devido ao grande tamanho dos arquivos principal e reduzido (em relação aos que tem net lenta), eu disponibilizei as dublagens em separado para ficar mais fácil para quem queira montar seu projeto em particular, as dublagens estão devidamente sincronizadas e em qualquer rip da versão extendida a mesma casará perfeitamene. Contudo não farei isso de disponibilizar as dublagem em separado toda vez, apenas quando a versão reduzida for superior a 2 GB, então postarei as dublagens a parte.”

Apesar da dublagem original do SBT ser lançada em Blu Ray (na versão original), mas nessa RMZ eu usei o áudio que gravei do canal HBO Plus HD e sinceramente não vi diferença de qualidade perante essas dublagens, eu me arriscaria dizer até que a HBO exibiu com essa dublagem do Blu Ray. Essa dita dublagem foi lançada em mono oficialmente, a mesma tinha uma grande qualidade, mas depois dessa edição em 5.1 ganhou uma maior definição e riqueza de detalhes em partes com sonoridade mais intensa.


(Dublagem 1 editada)

A Segunda dublagem que é da Globo, essa me deu um grande trabalho, a mesma estava com o volume estourado em vários momentos e levando em conta ainda um pouco de sintonia de tv e um pequeno chiado de fundo, então o trabalho na mesma foi mais intenso. Na edição dessa dublagem eu tive que normalizar o áudio para que se chegasse a um volume padrão, além também de usar compressores, redutores de ruido, esqualizador para que se conseguisse uma som aceitável.

Apos todo esse trabalho de edição com a dublagem em mono, então a partir daí que eu editei essa dublagem inserindo na trilha 5.1 Inglês, para conseguir os benefícios que apenas um áudio multicanal pode entregar.


(Dublagem 2 editada)

Essa terceira dublagem bem menos que a segunda, mas me deu um certo trabalho em relação ao zunido de sintonia que tinha pela mesma, depois que eliminei o mesmo e dei uma equalizada no som, foi então que editei a mesma inserindo também na trilha 5.1 original.


(Dublagem 3 editada)

Por fim a quarta dublagem, essa não me deu nenhum problema em relação a sincronia ou coisa do tipo, mas isso se deve a ter sido a última dublagem a ser editada, dessa forma a trilha original já tinha sido editada para as outras 3 dublagens, consequentemente esperava-se tão somente a inserção dessa última dublagem na trilha original.


(Dublagem 4 editada)

Pequena observação:

Para todos aqueles que editam dublagens em 5.1 (iniciantes), quando eu disse no parágrafo acima que “a trilha original já tinha sido editada”, eu me referi que há pontos na trilha original que devem ser sincronizados perfeitamente com a dublagem trabalhada, levando em conta o efeito “sorround” efeito esse que dá aquela profundidade ao som, sem esquecer a exclusão de algumas falas em Inglês que ficaram na trilha original.

Quero dizer aqui que não sou nenhum especialista nesse assunto, mas devido as horas empenhadas nesse seguimento de RMZs, vou aprendendo sempre mais e mais a cada dia, e nesse mundo de aprendizado eu aprendi que as falas originais estão muito além do canal central, tem gente que acha que excluindo o canal central da trilha que a voz original sumirá por completo e não é bem assim.

Não existe um padrão em áudios 5.1 em relação localização das vozes, o certo seria a mesma está presente apenas no canal central, mas na grande maioria esmagadora das vezes ainda fica pequenas falas no demais canais, então o que ocorre é quando deletamos esse canal central e substituimos pela dublagem que queremos sem conferir a trilha de ponta a ponta, a mesma pode apresentar mesclagem entre as falas da dublagem e das falas originais em determinados pontos.

Então nunca indico a vocês pegarem uma dublagem editada, e inserir no meio da trilha original sem qualquer conferida por completo, pois as chances de acontecer o que falei acima são enormes, eu mesmo faço RMZs conferindo dublagem por dublagem de ponto a ponto e dessa forma evito muitos erros relacionados ao que relatei acima. Esse filme O Exorcista, eu assisti 4x no ato da edição das dublagens, ou seja assisti cada uma vez de ponto a ponto olhando os erros aparentes e fui corrigindo os mesmos de acordo que iam surgindo, no caso se torna uma coisa demorada, mais garanto que o resultado vale muito a pena.

Enfim pessoal, com essa observação apenas tive o objetivo de passar o conhecimento em determinadas siuações que vocês possam se deparar, certamente se vocês seguirem a edição com coerência e paciência, tais resultados serão cada mais mais evidentes.

Informações sobre as versões de dublagens (elenco / dubladores)

A primeira versão da Herbert Richers, (a dublagem clássica) foi exibida no SBT e na HBO, além de ter sido disponibilizada no Blu-ray em sua versão original;

A segunda versão da Herbert Richers, foi redublada à pedido da Rede Globo e exibida pela emissora carioca com uma versão totalmente diferente da que fora exibida pelo SBT, havendo uma grande troca no elenco de dublagem, permanecendo somente Newton da Matta, Orlando Drummond e Antônio Patiño;

A primeira versão da Wan Mächer, data do ano 2000, foi feita exclusivamente para Avião, essa versão diferencia da segunda versão Wan Mächer em relação aos 11 min. a menos e a voz e falas do demo que é diferente (no caso contendo palavrões mais pesados), as outras falas são a mesma da última dublagem;

A segunda versão da Wan Mächer, data de 2001, foi feita exclusivamente para o lançamento da Versão do Diretor, contendo 11 minutos de cenas inéditas. É exibida esporadicamente no SBT e em canais pagos, além de ter sido disponibilizado em Blu-ray, assim como a sua versão original.

DOCUMENTÁRIOS

Os documentários tratam sobre os bastidores e curiosidades das filmagens, comparativo entre as locações antigas e nos dias atuais e o por que da insatisfação do autor do filme para com diretor, referente aos cortes feitos no filme.

Curiosidades:

O diretor da continuação

O diretor John Boorman chegou a se oferecer para dirigir O Exorcista, mas posteriormente desistiu do projeto, por considerar a história cruel demais. Ele, entretanto, aceitou dirigir O Exorcista II – O Herege (1977), lançado quatro anos depois.

Ela não acredita no demônio

A atriz Ellen Burstyn aceitou atuar em O Exorcista estabelecendo uma única condição: que sua personagem não dissesse a frase “I believe in the devil!” (“Eu acredito no demônio!”), contida no
roteiro original. Os produtores atenderam o pedido e esta frase foi retirada da história.

Atrizes Cotadas

As atrizes Jane Fonda e Shirley MacLaine chegaram a ser sondadas sobre a possibilidade de interpretarem a personagem Chris MacNeil. As atrizes Jane Fonda e Shirley MacLaine chegaram a ser
sondadas sobre a possibilidade de interpretarem a personagem Chris MacNeil.

Mistério…

Durante as filmagens, oito pessoas da produção morreram de forma não-explicada.

A benção do padre

Eventualmente, o diretor William Friedkin consultava o Reverendo Thomas Birmingham sobre a possibilidade de exorcizar o set de filmagens. Em todas as vezes, o reverendo recusou o pedido,
dizendo que isto causaria ainda mais ansiedade no elenco. Mas por diversas vezes ele visitou os sets para benzê-los e tranquilizar o elenco.

Pólo norte

O quarto onde grande parte do filme foi rodada teve que ser constantemente refrigerado, para que se pudesse capturar com exatidão a respiração gélida dos atores. Para tanto, foram usados
quatro aparelhos de ar condicionado, todos ligados simultanemente.

Profissão perigosa

Na sequência em que a personagem de Ellen Burstyn é arremessada para longe por sua filha possuída, a atriz bateu violentamente com o coccix contra a cama e gritou de dor no mesmo instante.
Esta cena foi filmada e mantida no filme.

Endereço do autor

O endereço do apartamento mostrado no filme foi habitado por William Peter Blatty, autor do livro (igualmente assustador) em que se baseia a história, quando ainda era um estudade da
Georgetown University.

A voz do demo

Inicialmente, a voz do demônio seria da própria Linda Blair. Entretanto, após 150 horas de trabalho em cima do som do filme, o diretor resolveu substituí-la pela voz de Mercedes McCambridge
que, para fazer a voz do demônio, comeu ovos crus, tomou muito álcool e fumou diversos cigarros.

A atriz McCambridge chegou a processar a Warner Bros., para que seu nome como a dona da voz do demônio entrasse nos créditos do filme.

Pioneiro do terror

O Exorcista foi o primeiro e único filme de terror a ser indicado ao Oscar de melhor filme.

Versão estendida

Foi relançado nos cinemas americanos em 2000, com uma nova cópia, som digital e 11 minutos de cenas extras inseridas ao longo do filme.

Uma série aterrorizante

O Exorcista foi o primeiro de uma série de quatro filmes baseados nos personagens. Os demais foram O Exorcista II – O Herege (1977), O Exorcista III (1990) e O Exorcista – O Início (2004).

Prêmios

OSCAR
1974
Ganhou
Melhor Roteiro Adaptado
Melhor Som

Indicações
Melhor Filme
Melhor Diretor – William Friedkin
Melhor Atriz – Ellen Burstyn
Melhor Ator Coadjuvante – Jason Miller
Melhor Atriz Coadjuvante – Linda Blair
Melhor Fotografia
Melhor Direção de Arte
Melhor Edição

GLOBO DE OURO
1974
Ganhou
Melhor Filme – Drama
Melhor Diretor – William Friedkin
Melhor Atriz Coadjuvante – Linda Blair
Melhor Roteiro

Indicações
Melhor Atriz – Ellen Burstyn
Melhor Ator Coadjuvante – Max von Sydow
Melhor Revelação Feminina – Linda Blair

6 comentários

Pular para o formulário de comentário

    • Alan em agosto 6, 2018 às 3:18 am
    • Responder

    Parabéns pela postagem o melhor filme de terror de todos os tempos merece a melhor qualidade possível!

  1. Que trabalho fenomenal! Parabéns por toda a dedicação e por compartilhar conosco!

    • joao fernando em agosto 6, 2018 às 7:06 pm
    • Responder

    Nossa mano expetacular.

  2. Quando vai subir os extras?

    • Alex Lima em agosto 9, 2018 às 11:29 am
    • Responder

    Valeu Caniba… Muito grato mano!

    • Rogerio em agosto 11, 2018 às 8:41 pm
    • Responder

    Obrigado man ,trabalho fenomenal !

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.